segunda-feira, 20 de julho de 2015


(foto do google)



Ao por do sol, gosto de caminhar pelo campo, relembrar do acontecimentos que passarão pela vida, poder saber o que foi feito de errado e certo, gosto de ouvir os cantos dos pássaros, deixando minha mente voar, para que consiga esquecer de tudo, gosto de ouvir os movimentos dos animais, posso deixar-me levar em outro mundo, me sinto forte para continuar meus passos.

Encontro varias flores, tenho vontade de pegar todas e telas por perto, mas não, não posso, pois elas irão murchar e morrer, e não quero isso para elas. Queria poder ver você nesse campo, correndo como se não houvesse nada para fazer, que o tempo não atrapalhasse nosso momento, olho para você é vejo sua felicidade, seu sorriso. Mas com um piscar de olho, percebo que já estou imaginando de novo, coisa que era para mim esquecer, lembrando da mensagem que sempre recebia quando acordava " Namore alguém que te ame como ela", mas nunca descobri quem era, talvez seja por engano, mas vou deixar de lado, me concentrar nos animais, poder analisar cada movimento que eles terão, quero que crie novos rumos nesse campo, para mim poder explorar, conhecer coisas diferente, que irão fazer, nem que seja por 1 segundo, uma vida diferente.
Mas logo percebo que esta escuro, preciso voltar para casa, pois nunca sei o que pode acontecer de noite naquele lugar, então volto por onde eu vim, começo a ver as flores, mas não pego nem uma, então deixo o campo, mas sei que amanha estarei ali, nesse mesmo horário, por isso que não fico triste. 


Um comentário:

  1. Vc sabe se esse lugar da foto é real? E se for vc saberia me dizer onde fica ?

    ResponderExcluir

 Bruna Genero